São Paulo: de Itatiba até Campinas (36 km)

Dia de sol forte e céu azul. Último dia desta viagem de bicicleta.

Fiz o trajeto com toda a tranquilidade, lentamente, curtindo os últimos quilômetros e, até mesmo, relembrando alguns dias mais difíceis.

A estrada asfaltada que liga Itatiba à cidade de Valinhos apresenta uma paisagem muito bonita, além de ser uma rota bastante tranquila, com pouco tráfego de veículos. Essa estrada tem, ainda, muitas subidas e descidas.

Entrei em Valinhos por uma via secundária, pois a principal estava muito movimentada. Passei pelo centro da cidade, mas não vi nada de especial, apenas uma cidade de interior arrumadinha.

A ligação entre Valinhos e Campinas apresenta um trecho muito ruim para bicicletas, estreito e movimentado. Então, inicialmente segui por um tipo de calçada estreita, de concreto, separada da via principal. Mais adiante, segui por um caminho de rato na grama e, enfim, quando passei a divisa de municípios, pude seguir por ruas internas de bairro, paralelas à via principal.

Em uma dessas ruas paralelas, havia um self-service sem balança e almocei. O proprietário perguntou de onde eu estava vindo. Falei para ele sobre a Estrada Real, da qual ele nunca ouvira falar. Espantou-se com a quilometragem acumulada.

Enfim, cheguei ao centro de Campinas, passei pela Catedral Metropolitana e parei no Largo do Rosário. Consultei no gps as hospedagens próximas dali e fui pesquisar preços. Encontrei um lugar com preço adequado, com espaço para guardar a bicicleta e para desmontar e embalar amanhã.

Bom, foram 1.860 km pedalados por muitas belas regiões de Minas, Rio e São Paulo. Me pesei quando cheguei em Campinas e continuo com meu peso de sempre, 76,6 kg. Comi medianamente e nenhuma comida me fez mal. Comi de tudo que encontrei nas estradas e cidades, exceto suco de milho.

E aquilo que as pessoas sempre perguntam: zero violência, zero tentativas de assalto, zero tentativas de furto, zero pessoas ameaçadoras, zero motociclistas assaltantes, zero motoristas assaltantes. Os perigos, somente aqueles inerentes ao ato de pedalar: cair, escorregar, exagerar na velocidade. Nunca fui ou me senti ameaçado por ninguém em todos esses quilômetros.

Entretanto, dezenas de ataques de cachorros. Penso que as bicicletas fazem algum tipo de som que os cães não gostam. Então, várias vezes por dia, em especial na zona rural, os cachorros saíam correndo de dentro dos sítios e casas. Minha técnica foi, quase sempre, parar, descer da bicicleta, e esperar que viessem, falar com eles, colocar minha mão para que cheirassem, e eles começavam a abanar o rabo e a querer afagos. Me sentia o domador de cães. Às vezes, quando estava sem disposição para brincadeira, ia para cima deles, andando e ordenando que voltassem para suas casas.

Passei por vários rebanhos de gado soltos nas estradas e por um rebanho de búfalos, nenhum desses animais me ameaçou. Mas, não posso esquecer a única tentativa de ataque da vaca Estrela. Essa desconhecia até o próprio dono. Estava prenha, talvez por isso a irritação.

E, claro, conheci inúmeras pessoas boas que perguntaram se precisava de algo, que davam boas informações, que se interessavam pela viagem.

Foi muito bom.

0sem-titulo
Trajeto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Estrada para Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Valinhos
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Campinas
Advertisements

5 thoughts on “São Paulo: de Itatiba até Campinas (36 km)

  1. Eitaaa pai.
    Que bom que tu vai voltar pra casa.
    Graças a Deus, você está bem e nada de ruim lhe passou, apesar das subidas, descidas, cansaço, distância, frio, calor e desafios foi uma viagem muito rica, muito linda. Eu sinto como se eu tivesse viajado também.
    Chega dá pena pensar que acabou.
    E todas as vidas que se cruzaram e os lugares que lhe marcaram e que você marcou com seus passos e histórias.
    Agora vai ficar na memória e na saudade.

    O que é Castelão de Clão? 😜

    Gostei da tatica com os cachorros. Hahahahaha
    Coitada de Estrela. Tem mais é que estar irritada mesmo.

    E esse Dr Houve faz-tudo aí? 😂

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s