Minas Gerais: de Conselheiro Lafaiete até Lagoa Dourada (64 km)

Apesar das sempiternas subidas e descidas mineiras, o dia foi relativamente fácil.

A primeira fase foi sair da enorme Conselheiro Lafaiete. Quem faz a Estrada Real, com suas vilas de mil, dois mil habitantes, se sente incomodado com cidade grande e feiosa. A saída de Conselheiro Lafaiete se faz pela periferia da cidade, feia e triste como qualquer periferia. Enfim, deixam-se as últimas casinhas e a estrada de terra entra por uma mata de eucaliptos.

A estrada de terra chega à rodovia MG-844, asfaltada e tranquila. O relevo de tobogã é suave. Cheguei à Queluzito, vilazinha com duas igrejas bonitas que fotografei. Continua-se pela rodovia até a vila de Casa Grande. Um grupo de quatro ciclistas que faziam sua trilha de sábado, desceram na rodovia e seguiram na minha frente por um tempo.

Lá antes de Casa Grande, passei o Rio Tabaco e entrei na cidade. Cerca de onze e meia, perguntei a uma mulher se havia restaurante na cidade, ela me indicou onde ficava. Era o bar de Seu Zeca. Ele estava na frente, chapéu de palha, cabelos brancos, magro, camisa branca, calça engomada. Não parecia ser um restaurante, daí perguntei se tinha almoço, e Seu Zeca foi lá dentro ver. De fato, ele serve almoços, mas o cliente vai lá na cozinha da casa dele se servir. Self-service caseiro, coma quanto quiser a doze reais. Seu Zeca disse que o almoço já estava pronto e que eu podia ir me servir, pedi uma Brahma e fui.

Batata baroa, cenourinha refogada, macarrão, tomates, carne de boi guisada e havia ainda outros pratos que não peguei, como o tradicional angu.

Seu Zeca conversava comigo sobre a ER enquanto eu comia. Ele não gostou porque eu me servi de pouca comida. Várias vezes insistiu que eu fosse lá na cozinha pegar mais comida. Expliquei a ele que ainda havia muita subida pela frente e, se eu estivesse cheio, não aguentaria. Descansei um pouquinho, comprei água, me despedi, Seu Zeca insistiu para eu descansar mais, entretanto recusei e parti.

A partir de Casa Grande, entra-se na estrada de terra. É uma estrada bonita, entre fazendas, campos, pastagens, de relevo suave, mas nunca plano, evidentemente. Depois de muitos km, cheguei ao povoado de Catauá, e cheguei descendo forte. Já imaginei como ia ser a saída do povoado. Comprei água e li no marco da ER que o povoado quilombola se chamava Cataguá, mas com o tempo perdeu o G, sabe-se lá como e porquê.

A saída de Catauá foi bem difícil, subidas íngremes até a rodovia BR-383, asfaltada e com algum tráfego de veículos, mas bastante tranquila.

Cheguei por volta de três e meia da tarde à Lagoa Dourada, o objetivo do dia, pois a próxima cidade com pousada fica muito distante. Hospedei-me na Pousada das Vertentes, de Dona Aidê, no alto de uma ladeira, junto à Igreja Matriz. A pousada fica em um casarão tão antigo quanto a cidade. Entretanto, não sei se vai ser fácil dormir ali no casarão, pois a igreja badala o sino bem alto de hora em hora.

Depois de tomar um banho, desci para experimentar o famoso rocambole de Lagoa Dourada. A cidade é conhecida pelos seus rocamboles, que já contam com mais de cem anos de história, desde que uma família libanesa se estabeleceu na cidade e iniciou a produção da iguaria. Existiram muitos percalços na história da família, mas o rocambole se firmou e hoje há até um festival do rocambole, que acontece em setembro.

E, de fato, eu não fui comer o “famoso”, eu fui comer o Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada, pois nessa loja é que se faz o rocambole da família libanesa. Há pela cidade muitas lojas de rocambole, “o famoso”, “o tradicional”, mas o Legítimo é o original. Lá, além de comer o rocambole nas suas mais variadas versões, se pode ler a história da família.

Pedi o rocambole de goiabada e gostei bastante. A massa é como um pão de ló e, apesar de não ser um rocambole fininho, é bem leve e saboroso. Aprovado.

0Sem título
Trajeto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Queluzito
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Lagoa Dourada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
O Legítimo Rocambole de Lagoa Dourada
Advertisements

3 thoughts on “Minas Gerais: de Conselheiro Lafaiete até Lagoa Dourada (64 km)

  1. Que viagem Catagua perder o “g”. Não p encontrasse pelo caminho?
    Olha! Outros ciclistas 😉
    As Igrejinhas são tão bonitinhas. E às cidades pequeninas e bem cuidadas.
    Comer na casa de alguém é muito mais gostoso que restaurante.

    E eu até gosto de rocambole, mas não sou fã de pão de ló.

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s