Minas Gerais: de Catas Altas até Ouro Preto (63 km)

A noite foi bastante fria e o dia amanheceu encoberto, mas foi abrindo e de tarde fez sol forte e a temperatura subiu.

Com o rompimento da barragem de rejeitos do Fundão, as mineradoras Samarco, Vale e BHP Billiton mataram 19 pessoas, destruíram o distrito de Bento Rodrigues, inclusive seu patrimônio histórico, contaminaram inúmeros riachos e córregos e o Rio Doce, que levou a lama para o Oceano.

Por conta desse crime, a Estrada Real, nesse trecho, está interditada, pois a rota para chegar à Ouro Preto era Catas Altas, Santa Rita Durão, Bento Rodrigues, Camargos e Mariana, quase tudo por estradas de terra.

Dessa forma, quem faz a ER deve pegar a rodovia asfaltada MG-129 para ir de Catas Altas a Ouro Preto. Não é agradável, mas é o jeito. Entretanto, a rodovia não está excessivamente movimentada, pois as mineradoras estão proibidas de trabalhar e tiveram todas as suas licenças canceladas.

Sobre este assunto, é interessante observar que as mineradoras fizeram um acordo espúrio com os governos federal e estadual de dispor de 4,5 bilhões de reais para a recuperação dos danos. Entretanto, este acordo não teve a participação do Ministério Público Federal, que conseguiu sua anulação, pois o MPF calcula que são necessários 155 bilhões de reais para a recuperação.

É curiosa também, a cara de pau das mineradoras. Elas dizem não ter como armazenar os 40 milhões de toneladas de rejeitos que ainda estão espalhados pela região do crime, mas pedem autorização para voltar a trabalhar, o que, evidentemente, gera rejeitos que elas armazenariam.

Então, após o café da manhã na Pousada Casa Pietá, passei pelo centro histórico de Catas Altas, novamente, pois é uma bela cidade, fiz mais fotos, mesmo com o tempo encoberto, e peguei a MG-129 em direção à cidade de Mariana.

Me parece que se a gente pegar uma mesma paisagem vista de estrada de terra ou asfalto, ela é muito mais bonita na estrada de terra. Talvez porque no asfalto a atenção deve ser maior, não sei. De todo modo, foi um pedal tranquilo e, como sempre, recheado de enormes subidas e muitas descidas. Um tobogã. A rodovia acompanha o lado de cá da Serra do Caraça, mas a serra estava encoberta por muitas nuvens. Mais tarde, longe da serra, o dia foi abrindo e o sol apareceu, mas o vento frio continuou.

A MG-129 passa ao lado da ex-barragem do Fundão e se pode ver como ela era imensa. Fiz uma foto da lama, mas queria mesmo era sair logo daquela região.

Passei pela vila de Antonio Pereira, havia lugar para almoçar, mas preferi continuar, pois ainda havia muita subida pela frente. Cheguei à Mariana, não entrei para o centro histórico, pois já estive lá duas vezes, preferi seguir e não quis parar para almoçar ali também.

Entre Mariana e Ouro Preto, há uma enorme subida de 10 km, onde se sai de 700 metros e se chega a 1170 metros de altitude. Precisei de uma hora e vinte minutos para completar o subidão.

Já estive antes em Ouro Preto e gosto bastante da cidade, é belíssima, plena de igrejas antigas, bem conservada e sem fiação elétrica no centro histórico. Não vou me estender em falar da cidade, pois um único post não bastaria para Ouro Preto. Vale a pena visitá-la mais de uma vez.

Hospedei-me em uma pousada, fui comer um feijão tropeiro e passear pela cidade. É muito bom, gosto disso, visitar uma cidade famosa que já se conhece, a gente não tem mais a “pressão turística” de querer ver tudo. Revisitei algumas igrejas e lugares de que gosto mais, tomei uma cerveja sem pressa, passeei com tranquilidade, sentei nas escadas tomando sol, depois de tantos dias frios.

0Sem título
Trajeto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Catas Altas
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
MG-129
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
MG-129
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Barragem do Fundão
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
MG-129
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
MG-129
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
MG-129
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Ouro Preto
Advertisements

2 thoughts on “Minas Gerais: de Catas Altas até Ouro Preto (63 km)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s