Preparativos para viagem de bicicleta

A semana foi de recolhimento, introspecção. De fato, eu já poderia estar em viagem, mas Baga pediu que ficássemos na cidade até o final do mês, por conta dos pacientes dela. Então, ocupei-me lentamente dos preparativos da viagem. Não há tanto a me preocupar, sairemos direto da nossa cidade, não há que embalar bicicletas e pegar avião e não ter a certeza de que as bicicletas chegariam intactas ao destino. A experiência já adquirida de viajar também torna tudo mais simples. É sair com o básico e qualquer coisa vai se ajeitando pelo caminho. A gente vê pessoas se preparando para uma viagem de bicicleta e complicando as coisas, levando mais material do que o necessário, procurando equipamentos especiais.

Bom, coloquei meu bagageiro velho de muitas viagens, do modelo mais simples, e vou tentar levar o menor peso possível, embora, para mim, não dá para viajar sem notebook, por exemplo, visto que faço anotações, registro dos trajetos, armazenagem das fotos, pesquisa de rotas e hospedagem, tudo nele.

Evidentemente, levarei a bolsa de ferramentas, com o básico, chaves allen, alicate bico fino pequeno, tesoura, câmaras de ar, bomba, kit remendo, chave de corrente. É o volume mais pesado, sempre. O notebook de um quilo é outro item pesado. Cabos e fios e o kindle. Duas camisas de ciclismo manga longa, mais uma camisa para dormir, uma para passear. Duas calças longas de ciclismo, uma bermuda de surfista, tecido fino, uma calça de tecido fino para dormir, um calção de praia, duas cuecas, dois pares de meia. Bolsa com material de higiene e remédios. Um bloquinho de anotações, uma caneta. Gps e câmera vão no corpo. Boné, tênis, sandálias havaianas. Já é muito.

Para a bicicleta de Baga, comprei um bagageiro mais refinado, sem ter a convicção de que presta. É um bagageiro para bicicletas com freio à disco. Não gosto de freio à disco, especialmente para viagens, pois é mais complicado de consertar nos interiores. O tal bagageiro encaixou melhor na bicicleta dela, mas tem muitas partes fixadas com parafusos, o que o torna mais delicado nos solavancos. Terei que verificar a volta dos parafusos frequentemente.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s