Foi só subida em Bonito, Pernambuco

Com o grupo Maré Bikers, saímos de Recife para Bonito, interior de Pernambuco, na sexta-feira, 3 de junho. Havia chuva em Recife, e Bonito estava nublado e com chuviscos. Uma parte dos ciclistas foi na sexta, outra parte no sábado. Na sexta de noite, muitas conversas e piadas junto da piscina.

Sábado de manhã, depois do café, partimos do Bonito Plaza Hotel para a trilha das cachoeiras. Os ciclistas que participaram foram: eu e Bagaceira, Águia, Guilherme, Gena e Sandra, Ruy Lunga, Irany, Edson e Lu. Um pequeno trecho de asfalto e logo entramos na estrada de terra que leva à famosa e bela Pedra do Rodeadouro. As subidas são leves até a entrada do Hotel Fazenda, e são deslumbrantes as paisagens com vista das montanhas rochosas. Paramos diversas vezes para fotos e admirar a paisagem. Depois do Hotel Fazenda, avisei ao pessoal que começava “A Subida”. Uma ladeira longa e íngreme na estrada de terra e que parece não ter fim. Esse subidão já foi pior, mas agora colocaram paralelepípedos no pior trecho, mais ou menos no meio da subida, mas apenas ali. No final dessa subida difícil, chegamos ao asfalto da rodovia.

De lá, começamos a descer pela PE-103, em velocidade, mas com cuidado, pois as curvas são muito fechadas. Todos deliciados com a descida, fizemos uma breve parada em um bar bem modesto, que nem água mineral tinha, apenas refrigerantes. Continuamos a descida e logo pudemos ver a nova Barragem de Serro Azul. Nossa pretensão era ir até a localidade de Serro Azul, logo após a barragem. Entretanto, as obras da represa destruíram o asfalto da rodovia, que se transformou em lamaçal. Nosso comandante Águia ainda tentou chegar até a barragem, mas a estrada ficava pior. A gente também queria pegar uma estrada de terra que contorna o asfalto e liga à trilha das cachoeiras, mas as obras haviam destruído o início dessa estrada, era um grande atoleiro. Então, voltamos subindo pelo asfalto até a entrada da estradinha de terra que leva as cachoeiras. Logo no comecinho dessa trilha, paramos para comprar água mineral em uma vendinha. Seguimos e passamos pelo Casarão do Engenho Barra Azul e chegamos à Cachoeira Barra Azul. Entramos e alguns tiveram a coragem de tomar banho na água frígida. O dia, que se mantivera apenas nublado, fechou e começou a chover forte. Deixamos a Barra Azul e reiniciamos a subida. Decidimos não entrar na Cachoeira da Pedra Redonda, pois a chuva estava muito forte e havia neblina. Continuamos, seguindo a trilha que sobe, sobe, sobe, sobe, sem parar. Chuva, rieiras, água escorrendo pela trilha, pelas roupas, pelas bicicletas, barro molhado, neblina. Apesar da dificuldade, todos estavam de muito bom humor.

Chegamos ao topo da trilha, onde se retorna ao asfalto. Dali, há fortes subidas pela rodovia até o ponto mais alto das cercanias, 824 metros de altitude. Chuva, neblina, uma subida em cima da outra, alguns reclamavam, outros faziam piadas, outros praguejavam, e muitas risadas também. Era divertido ouvir Lu, uma pessoa discreta, que a cada curva via uma nova subida, e dizia baixinho “puta-que-o-pariu”. Gena se dizia morto dentro das calças e só conseguia emitir um “oxe” a cada nova subida. Ruy Lunga dizia que já estava vendo São Pedro ali adiante, no meio da neblina. Águia cantava algo sobre “água no Cume desce, fogo no Cume sobe”. Ainda antes do Cume chegar, paramos em uma barraquinha e comemos muitas bananas. Chuvisco, neblina, vento e frio nos acompanhavam nesse trecho. Seguimos até o ponto mais alto e alcançamos os paralelepípedos.

Nesse ponto, começa a descida que leva até o centro de Bonito, uma descida longa, de paralelepípedos, íngreme, com muitas curvas. O pessoal chegou lá embaixo ainda tremendo do bate-bate dos paralelos. Entramos na cidade e chegamos ao Bonito Plaza. Alguns foram para a piscina, que estava até quente comparada com a água fria da cachoeira. Lavamos bicicletas, tomamos banho e fomos almoçar-quase-jantar no restaurante do hotel. Nos recolhemos, dormimos um pouco, e voltamos a nos encontrar à noite para mais uma reunião de conversas e piadas.

No domingo, voltamos para Recife. Foi um excelente e difícil passeio de 52 km, com pessoas muito divertidas e bem humoradas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bonito – Pernambuco
Advertisements

2 thoughts on “Foi só subida em Bonito, Pernambuco

  1. Excelente passeio com um grupo amigo e divertido. Muitas ladeiras difíceis e paisagens maravilhosas.
    A neblina nos ajudou e proporcionou belas fotos.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s